ENTRADA ANTERIOR Lista oficial Top 100 #HRInfluencersLatAm 2018!

5 estratégias para reduzir a rotatividade voluntária na sua organização

feature-2.jpg

O que você faria se uma grande parte dos colaboradores da sua empresa estivessem avaliando deixá-la no curto prazo? No Brasil, 18% da força de trabalho indica que esse é seu plano. Você sabe o custo que isso implicaria para a sua empresa? A rotação voluntária pode custar até 200% do salário anual de um funcionário dependendo de sua função.

 

Consequências mais importantes de uma alta rotação:

Consequências mais importantes de uma alta rotação

 

Esta realidade é vivida atualmente por várias empresas na América Latina, e o problema é que os líderes não estão calculando o real impacto dessa situação. O desafio está em entender que atualmente os colaboradores procuram benefícios ligados a sua experiência no trabalho, a flexibilidade e oportunidade de desenvolvimento para decidir se ficam numa organização ou se buscam uma nova oportunidade. Inclusive no nosso 2° Estudo Latino-americano sobre Employee Engagement, 35% dos pesquisados indicaram estar nada ou pouco satisfeitos com as iniciativas relacionadas a potencializar o clima na sua organização. E posso adiantar que segundo os resultados do nosso 4° estudo de Tecnologia para Recursos Humanos, 59% das empresas na região indicam que um dos principais objetivos para as tecnologias de RH é melhorar a experiência do colaborador.


Mundialmente, as organizações estão vivendo mudanças importantes para fortalecer o Employee Experience,  muitas ja estão realizando ações para transformar sua forma de captar e reter talentos, inovando por meio estratégias de Recursos Humanos que entregam benefícios ligados a melhorar a vida dos seus colaboradores.


McDonald’s Starbucks

Exemplo de Estratégia de Retenção do McDonald´s e Starbucks:


Em 2017, 73% dos trabalhadores norte-americanos ligados ao varejo de alimentação trocaram seus trabalhos. Para marcas como McDonald's e Starbucks isso significou um sério problema que fez soar alarmes nestas empresas. Em função desta situação identificaram uma forma de baixar esses números e diminuir a taxa de rotação voluntária: Pagar a educação de seus colaboradores.


Por meio da criação de programas de financiamento universitário têm criado uma ação bastante eficiente para fazer com que os funcionários permaneçam em suas organizações!


Este é só um exemplo de inovação para retenção de talentos, por isso compartilho abaixo5 estratégias para reduzir a rotação voluntária e melhorar o clima de trabalho:


  • Entregue os benefícios adequados: Os benefícios que você oferece aos seus funcionários falam muito de quanto valor você atribui aos seus colaboradores como pessoas. A boa notícia é que os melhores benefícios não necessariamente estão ligados ao dinheiro: o trabalho remoto e benefícios flexíveis são citados como dois dos benefícios mais procurados pelos funcionários na atualidade. Segundo o estudo 2018 de tendências de talentos, no Brasil 88% dos colaboradores indicam que a flexibilidade é essencial para sua Proposta de valor para empregados, mas somente 13% dos líderes de Recursos Humanos indicam que a flexibilidade está presente em suas empresas, isso deve mudar!

  • Reconheça um trabalho bem feito: Os trabalhadores de hoje querem mais do que uma recompensa financeira, eles procuram ser reconhecidos pelo seu trabalho. Reconhecer o trabalho de seus colaboradores faz com que eles se sintam mais valorizados ao mesmo tempo que contribui para um ambiente de trabalho mais positivo.

  • Interaja frequentemente com seus colaboradores: O isolamento e a falta de comunicação podem afastar rapidamente inclusive o colaborador mais promissor. Os colaboradores muitas vezes se sentem “no escuro” sobre assuntos importantes como os objetivos da empresa ou seu desempenho. As interações frequentes permitem criar conexões sociais mais sólidas no ambiente de trabalho, algo que se traduz em trabalhadores mais felizes e comprometidos.Assim como no exemplo de reconhecimentos, as empresas hoje em dia podem se apoiar em aplicativos e tecnologias para potencializar a comunicação e a interação entre seus colaboradores.

  • Crie oportunidades de crescimento: Como mencionei anteriormente sobre os casos de McDonalds e Starbucks nos EUA. você não deve esperar que seus melhores talentos estejam satisfeitos estando com suas carreiras estancadas. Novas oportunidades e desafios são imprescindíveis para manter estes trabalhadores comprometidos. Empoderar seus funcionários permite estar à altura das circunstâncias e novamente demonstra que a empresa valoriza suas habilidades

  • Mudança cultural: A alta rotação é um sinal de uma cultura empresarial deficiente. A cultura, se reduz às crenças e valores da sua empresa e se seus trabalhadores conseguem ver a sua empresa como algo que representa mais do que um salário no final do mês. Se existe uma cultura sólida é mais provável que eles permaneçam na empresa. Inclusive os colaboradores brasileiros indicam que são 3 vezes mais propensos a trabalhar em uma empresa que tem uma forte cultura de propósitos estabelecidos e bem comunicados.

 

O poder do HR Analytics para reduzir rotatividade voluntária


Não posso terminar de falar sobre como tratar o problema da rotação voluntária sem mencionar HR Analitycs. Sei que pode parecer um assunto entediante, mas hoje é uma prática fundamental para se desenvolver e ter sucesso como líder de Recursos Humanos.


Tomar decisões estratégicas sobre a sua força de trabalho sem o uso de dados, é tão fácil como adivinhar os números da mega-sena, e é um problema que impediu durante muito tempo que Recursos Humanos tenha um maior impacto nos resultados organizacionais. Dados que permitam identificar e entender um problema complexo como o porque as pessoas escolhem abandonar seu trabalho atual é muito valioso! Você deve aproveitar o poder de análises preditivas, usando modelos de dados para transformar a experiência passada numa visão futura.


A chave para isso é ter uma compreensão sistêmica e derivada dos dados da força de trabalho. Na era moderna, os processos tradicionais de atração e retenção de talentos estão se  transformando rapidamente em uma ciência.


Veja o caso da Arca Continental Lindley (Engarrafadora de Coca-Cola no Perú), que graças aos aplicativos e analytics conseguiram reduzir pela metade a taxa de rotatividade voluntária de seus colaboradores.

 

DESCARGAR AQUÍ

 

Thiago Goncalves

Thiago Goncalves

Chief Customer Officer, GOintegro

ENTRADA SIGUIENTE Como melhorar a Experiência do Colaborador

Assine o Blog

Vistar Website
Descargar GOpass Product Sheet

Tópicos recentes