Muito além da gestão: a chave para os líderes exercerem seu papel com sucesso

por José Guerra
8 min de leitura.


Em quase todas as dimensões do sucesso empresarial, o líder é quem faz a diferença. Da diversidade e inclusão à produtividade e retenção, o líder desempenha um papel único na trajetória profissional de um colaborador.

Essa é uma das conclusões de um estudo realizado pela Gallup, que também indica que os líderes representam pelo menos 70% da variação no nível de comprometimento dos colaboradores. Em outras palavras, isso significa que, assim como um líder ruim pode arruinar um bom trabalho, um grande líder pode fazer com que um bom trabalho seja ainda melhor.

No entanto, muitos dos que exercem um cargo de liderança aprendem a fazê-lo com base nos líderes que tiveram (que podem ter sido bons ou ruins) ou com base em estereótipos que se concentram no gerenciamento, não na liderança, ou que se importam mais com processos e fluxos de trabalho, deixando as pessoas em segundo plano.

É por isso que os colaboradores que estão sendo liderados dessa maneira tendem a sair assim que uma melhor oportunidade aparece, renunciando ao seu chefe e não à organização. Eles querem se desassociar de um ambiente de trabalho onde não têm espaço para contribuir, nem para se desenvolver, ficando limitados ao cumprimento de tarefas.

Por outro lado, se os líderes se sentem capacitados para agir com empatia, tentando promover o desenvolvimento de cada membro de suas equipes por meio de colaboração, comunicação clara e consistente, prática sistemática de feedbacks e reconhecimento, é muito mais provável que a experiência dos colaboradores melhore e que eles possam contribuir de uma maneira muito mais significativa.

Abaixo, destacamos três recomendações para exercer uma liderança que vai além da administração, para fazer a diferença e aprimorar o engajamento dos colaboradores.

1. Comunicar sempre e explicar o porquê das coisas

Mais do que receber uma lista de atividades com seus respectivos prazos, os colaboradores querem entender por que certas tarefas são importantes para a organização em um determinado momento. Portanto, é essencial que os líderes possam transmitir às suas equipes não apenas uma visão tática do trabalho, mas também ampliar esse entendimento em direção a uma perspectiva mais estratégica, contextualizando tudo o que está sendo feito na equipe e como a contribuição de cada pessoa impactará os negócios de maneira geral. Aqui podemos mencionar as plataformas de comunicação interna para tornar as mensagens da organização visíveis aos colaboradores e apoiar os líderes.

Portanto, realizar reuniões virtuais periódicas com toda a equipe para apresentar resultados, demonstrar a evolução dos indicadores mais importantes e comentar a situação da organização é vital para aumentar o comprometimento dos colaboradores. O trabalho remoto não pode ser uma desculpa para o fluxo de comunicação ser interrompido. Os líderes devem se capacitar nesse processo e fazer uso da tecnologia para promover a disseminação de informações relevantes para suas equipes, participando da co-criação de conteúdos e promovendo a participação dos colaboradores, fortalecendo a comunicação bidirecional.

2. Criar um ambiente de transparência e escuta

Ouvir as opiniões das pessoas e pedir que elas contribuam com novas ideias ajuda a reforçar uma cultura de colaboração e inovação dentro da equipe, onde todos sentem que suas contribuições serão consideradas de alguma forma e que podem se apoiar uns nos outros para alcançar os objetivos esperados. Isso também reforça a transparência e a confiança, onde possíveis erros são tratados objetivamente, não para identificar e punir os "culpados", mas como uma oportunidade de aprendizado e crescimento para toda a equipe.

Nesse sentido, além de criar esse ambiente colaborativo, é importante que os líderes também dediquem um tempo para conversar com os colaboradores individualmente. Além das reuniões de feedback que devem ser realizadas dentro do ciclo anual de avaliação de desempenho, as conversas individuais que ocorrem ao longo do ano, em diferentes ocasiões e geralmente sem formalidades, são a maneira mais genuína de estabelecer vínculos e entender as motivações, dificuldades e expectativas do colaborador.

Para essas reuniões e outras interações da liderança com suas equipes, o papel do RH na transmissão de valores organizacionais aos líderes é muito importante para que eles possam reforçá-los na comunicação com suas equipes. Isso porque a experiência dos colaboradores e seu nível de engajamento começam com o impulso e o desenvolvimento da liderança em torno da promoção dos componentes da cultura da organização.

3. Reconhecer conquistas e comportamentos excepcionais

No relacionamento que estabelecem com um líder, as pessoas buscam não apenas orientação, inspiração e apoio para realizar todo o seu potencial, mas também esperam reconhecimento. No entanto, os líderes podem estar mais focados no que eles consideram sua principal responsabilidade, que é ajudar e orientar suas equipes, fornecendo-lhes todas as ferramentas que lhes permitam desempenhar-se com excelência. Obviamente, isso não é ruim, mas comemorar uma conquista e reconhecer o sucesso de um trabalho bem-feito ou comportamento excepcional é igualmente importante, pois contribui para aumentar a motivação dos colaboradores e fortalecer o sentimento de pertencimento.

A implementação de um programa de reconhecimento pode ser mais simples do que você imagina. Graças à tecnologia, é possível oferecer aos colaboradores uma excelente experiência digital, seja através do reconhecimento social entre colegas ou através de programas hierárquicos, em que os líderes reconhecem seus colaboradores. Nesse caso, é possível atribuir pontos, que podem ser resgatados em um catálogo de prêmios, de acordo com as preferências de cada colaborador, aumentando ainda mais o impacto do reconhecimento oferecido.

A liderança requer um perfil multitarefa e nem sempre é fácil equilibrar diferentes demandas e atribuições. De qualquer forma, o mais importante é que as pessoas estejam no centro, porque uma equipe com altos níveis de comprometimento, que tem clareza sobre suas atribuições e sente que suas contribuições são consideradas, é a chave para o sucesso de qualquer bom líder.

New Call-to-action
José Guerra
Escrito por José Guerra

Chief Sales & Marketing Officer, GOintegro

New call-to-action
Nueva llamada a la acción

INSCREVA-SE PARA RECEBER CONTEÚDO EXCLUSIVO DO NOSSO BLOG